Usuários do transporte coletivo sofrem com o descaso em Foz | Tribuna Popular

Usuários do transporte coletivo sofrem com o descaso em Foz

Data: 26/10/2018 - 09:10 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Reclamações multiplicam-se, apesar do Foztrans dizer que tudo está normal

Um velho problema que insiste em afligir a população de Foz do Iguaçu parece não ter fim. O transporte coletivo de Foz do Iguaçu, administrado por um consórcio de empresas desde 2010, vem tornando-se um tormento cada vez maior para os usuários do sistema.

Trabalhadores, estudantes, idosos e donas-de-casa que fazem uso do serviço vem sistematicamente reclamando de situações que beiram a falta de respeito. Dentre elas, o estado de conservação dos ônibus, a superlotação, atrasos e, pasmem, motoristas passam sem parar pelos pontos.

Em uma das situações denunciadas inclusive ao Foztrans, o usuário Alexandre Vicente da Silva chegou a postar nas redes sociais um vídeo onde o motorista reconhece não ter parado no ponto de ônibus em que ele estava. “Por sorte tem outro ponto na entrada de Três Lagoas, tirando o fato que uma viatura da guarda quase me atropelou na BR eu consegui pegar ele (ônibus). A desculpa foi que tinha uma carreta e não dava para parar. Agora eu pergunto se ele sabe que tem ponto de ônibus então ele não deveria estar devagar atrás da carreta?”, relatou Alexandre no grupo Elogios e Reclamações no Facebook.

Alexandre disse ter reclamado junto ao Foztrans, porém até o momento não obteve retorno. “Parece que essa linha que eu pego de interbairros, os ônibus são da Viação Itaipu. Aí eles ficam nessa de um joga para o outro”, afirmou à reportagem.

“Canso de ver isso muitas vezes se já tem um ônibus parado no ponto muitos deles passam direto, é muita falta de consideração com o usuário que muitas vezes querem pegar o ônibus de trás e eles passam direto. Já perdi consulta médica por isso, o ônibus não parou e tive que ficar 40 minutos no ponto até passar o próximo”, reclama a iguaçuense Soninha Queirozzy.

Nossa reportagem procurou o Foztrans onde fomos orientados pelo diretor de Transportes Públicos, João Batista da Silva Antonio, a falar com Luciano Honório responsável pelo atendimento no Terminal de Transportes Urbanos. Luciano informou que tem recebido reclamações relacionadas a não parada dos ônibus, porém existe uma dificuldade em precisar se parou mesmo ou não. “Se a pessoa está no ponto é difícil o motorista não parar. Se tem pessoa no ponto ele vai parar”, sugeriu. Quando nossa equipe informou que havíamos recebido inclusive vídeos comprovando os fatos denunciados, Luciano mostrou-se surpreso. “Vídeos?”, indagou.

O assistente administrativo informou que todas as reclamações são repassadas ao Consórcio Sorriso. “Nós encaminhamos via e-mail, eles entram em contato com a empresa operadora e as providências são adotadas. Quando a denúncia não tem provimento, o Consórcio nos apresenta a provas de que a situação não é como a relatada pelo denunciante”, explica.

Outro problema apontado por usuários é a pontualidade. “Eu não sei quem é responsável por isso de forma direta, porém a pontualidade é algo esporádico para quem depende do transporte público. Um exemplo: hoje cedo meu marido após sair do trabalho não conseguiu pegar o ônibus pois este passou adiantado, ao ficar no ponto esperando o outro ônibus foi assaltado à mão armada. As vezes pode parecer à empresa ou funcionários desse consórcio que a pontualidade não é importante, e a consequência desse desleixo pode ser mais grave do que uma simples espera a mais pelo próximo ônibus. Já vi casos de pessoas que perderam entrevista de emprego porque o ônibus simplesmente não passou, ou porque passou muito adiantado 20-25 minutos”, relatou outra usuária. “O que o usuário de transporte urbano dessa cidade vive é um absurdo. Estamos expostos à violência das ruas enquanto aguardamos o transporte e ainda somos mal atendidos, é para isso que pagamos caro em impostos e serviços públicos? ”, indigna-se.

Em nossa próxima edição traremos à tona mais reclamações apontadas pelos usuários e que ainda não tiveram uma resposta concreta por parte do Foztrans ou do consórcio, que talvez ironicamente, se denomina “Sorriso”.

Para finalizarmos essa primeira parte da matéria deixamos um questionamento de uma internauta: “Foztrans? O que é o Foztrans? Onde vive? Para que serve? De que além de multas se sustentam? Será que o Globo Repórter poderá nos decifrar?”.

Fonte e Fotos:

https://www.primeiralinha.com.br/home2/folha_noticias.php?cod_edicao=572&cod_noticia=11890   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br