Usuários da Saúde pública de Foz denunciam precariedade do serviço na internet | Tribuna Popular

Usuários da Saúde pública de Foz denunciam precariedade do serviço na internet

Data: 05/12/2019 - 10:12 | Categoria: Saúde |   Bookmark and Share

Pacientes reclamam da demora por atendimento nas UPAs do Morumbi e unidades básicas; criticas ganham força em grupos de Facebook

A internet deu voz ao cidadão comum e em Foz do Iguaçu cada vez mais usuários do serviço de Saúde pública da cidade utilizam as redes sociais para denunciar a precariedade do atendimento ofertado pela Prefeitura Municipal.

Em grupos de Facebook como "Elogios e Reclamações de Foz do Iguaçu" são recorrentes as postagens de críticas contra a gestão da pasta comandada pelo secretário e vice-prefeito Nilton Bobato.

Na semana passada a dona de casa Diana Gebel compartilhou com internautas a situação que teve de enfrentar ao buscar atendimento na UPA do Morumbi. "Quero aqui deixar a minha revolta com o UPA do Morumbi. Ontem a esposa do meu filho estava com muita dor no peito, e decidimos leva lá para consulta. Chegamos lá por volta das 22h e a unidade estava cheia de pacientes. Quando foi 00h os médicos pararam de consultar. Decidimos ver o que tinha acontecido e não tinha médico para atender todos que estavam ali. As crianças com febre ninguém fazia nada", iniciou a usuária.

Em seguida, Diana relatou em seu post que buscou informações com a direção da unidade. "E nos foi passado que estavam procurando os médicos. Agora eu pergunto para Secretaria de Saúde: cadê os responsáveis com o UPA? Afinal, nós pagamos nosso imposto e merecemos ser atendidos com dignidade", criticou.

Logo a postagem de Diana foi compartilhada, dezenas de integrantes do grupo passaram a relatar experiências parecidas de um atendimento na UPA do Morumbi. "Isso que se chama de emergência. Meu marido passou mal na semana passada com crise de cólica de rim. Entrou às 13h e saiu às 21h. Engraçado que a consulta dentro do consultório demorou 5 minutos. Vai entender, né. Acho que está faltando fiscalização. Vamos denunciar mesmo", reforçou Lenice Gossmam.

No dia 3 de dezembro, Edneia Aparecida Andrades denunciou a falta de médicos no posto de Saúde perto de sua casa. "Estive na UPA do Jardim das Palmeiras. A médica deixou claro: busque posto de Saúde próximo da sua casa. Hoje acordei cedo fui até unidade médica do posto. Só terá médico em janeiro, pois estão de férias. Devido minha situação, vou ter que pagar médico particular se eu quiser ficar bem. Pra piorar estou mais de um ano fila de uma cirurgia que era pra ser feita em Curitiba. Na época alegaram que aqui em Foz tem verba para fazer está cirurgia. O atendente do posto falou que não aparece no sistema esta cirurgia? Como assim? Saúde de Foz deixa desejar. Pediatra de férias, clínico geral férias... Seremos humanos doentes por falta de atendimento", reclamou.

Próximo de iniciar o último ano de mandato, Chico Brasileiro e Nilton Bobato demonstram incapacidade em resolver um dos maiores problemas de Foz do Iguaçu. Em suas campanhas publicitárias, afirmam que "Foz do Iguaçu virou a página". Basta frequentar o serviço público de Saúde para comprovar que a situação de caos ainda continua. E, ao que tudo indica com esta gestão, esta longe de mudar.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-270-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br