Unidade de saúde continua fechada no governo Chico Brasileiro | Tribuna Popular

Unidade de saúde continua fechada no governo Chico Brasileiro

Data: 09/11/2017 - 12:11 | Categoria: Saúde |   Bookmark and Share

Em um péssimo exemplo de incompetência, o governo Chico Brasileiro ainda não colocou em funcionamento a unidade de saúde da Vila Maracanã. Isso porque o grupo político está há mais de nove meses no poder – quatro meses da Ines Weizemann e cinco meses do prefeito Chico. Além disso, no último ano da administração do Paulo, a unidade foi reivindicação ferrenha do então vereador e atual vice-prefeito Nilton Bobato.

A unidade ficou pronta no fim do governo Paulo, passou a gestão do Reni e improvisadamente foi colocada funcionar. Na sequencia, após servir provisoriamente como pronto atendimento, enquanto se reformava o PA Morumbi, a unidade de saúde, localizada próximo ao estádio ABC, voltou a fechar as portas.  No momento está do mesmo jeito como estava na gestão do ex-prefeito Reni Pereira.

A unidade voltou a ser fechada por erro administrativo, omissão, falta de planejamento e de gestão na pasta da saúde. Mesmo depois de nove meses, os atuais gestores da prefeitura não providenciaram equipamentos nem suporte necessários para o funcionamento da unidade. Recentemente, quando o Tribuna denunciou o desleixo, o governo Chico garantiu que colocaria funcionar em 30 dias. Pura enganação e promessa de político. A unidade permanece fechada prejudicando o povo.

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br