Sinpef/PR aposta em projetos sociais como ferramenta de combate ao crime | Tribuna Popular

Sinpef/PR aposta em projetos sociais como ferramenta de combate ao crime

Data: 06/11/2019 - 18:11 | Categoria: Nacional |   Bookmark and Share

A iniciativa do sindicato está em consonância com práticas exitosas no mundo. Um exemplo de como atuação social pode contribuir com a redução de índices de violência está na América do Sul

Há muitas formas de colaborar com a superação da atual crise de violência sem precisar recorrer à força policial ou ao problemático sistema carcerário brasileiro. Aliás, para especialistas em segurança pública, a forma mais eficiente de fazê-lo seria justamente, trabalhar pela via preventiva e com as camadas mais jovens da população. Assim, o crime não teria tanta facilidade no recrutamento de novos "integrantes". Essa é estratégia que a policial federal Bibiana Orsi, aprova e faz questão de adotar à frente do sindicato que representa a carreira no estado, o Sinpef/PR.

"Acreditamos que ações sociais, que aproximam a polícia da comunidade de forma natural e orgânica, são importantes ferramenta para combater a criminalidade. No Sinpef/PR temos desenvolvido palestras antidrogas e de fomento à cidadania, além de campanhas de arrecadação e realização de eventos. Nosso objetivo é promover uma relação sadia da polícia, sobretudo com crianças e adolescentes - para trabalharmos de forma preventiva a redução da violência no estado", explica Bibiana.

A iniciativa do sindicato está em consonância com práticas exitosas no mundo. Um exemplo de como atuação social pode contribuir com a redução de índices de violência está na América do Sul. Medellín, na Colômbia, já registrou a maior taxa de homicídios do mundo e conseguiu revertê-la com projetos voltados para a mobilidade urbana e para o acesso de jovens à educação. Experiência que Bibiana acredita ser possível replicar no Brasil.

"Em 2014, 2% dos municípios brasileiros concentravam, sozinhos, 22.776 homicídios,o que corresponde a 48,6% do total de crimes cometidos no país. Quando você vai olhar esses municípios violentos, você percebe que metade dos homicídios acontecem em no máximo 10% dos bairros", explica Bibiana.

Por isso, para além do esforço de executar os projetos, é preciso identificar onde eles são mais necessários. Para isso, Bibiana conta com o suporte de outros representantes sindicais no estado. "Cerca de 500 bairros do Brasil respondem por 25% dos homicídios totais do país. Você já sabe a localidade em que se concentra o problema. Então, o primeiro ponto é a focalização da política pública nessas regiões que de uma maneira ou outra o Estado abandonou", acrescenta.

Eleita presidente do sindicato há pouco mais de um ano, Bibiana já conseguiu levar os projetos da representação para cerca de 20 mil crianças do Paraná. E a expectativa é alcançar muito mais. "Quero que seja um legado para o Polícia Federal e para o estado. Não é algo relacionado ao dever do policial, mas à sua função social".

O trabalho desenvolvido pelo sindicato pode ser acompanhado no site www.sinpefpr.org.br e nas redes sociais de Bibiana, no Facebook e no Instagram.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-269-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br