Silva e Luna anuncia entrega de documentação da segunda ponte entre Brasil e Paraguai | Tribuna Popular

Silva e Luna anuncia entrega de documentação da segunda ponte entre Brasil e Paraguai

Data: 04/04/2019 - 02:04 | Categoria: Regional |   Bookmark and Share

 

Obra bancada pela Itaipu Binacional pode começar ainda no primeiro semestre, com anúncio pelos presidentes do Brasil e Paraguai, em data a ser marcada

 

Até o dia 26 de abril de 2019, quando o Tratado de Itaipu completará 46 anos, a Itaipu deverá ter em mãos toda a documentação pronta referente à construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai. Com essa fase do processo concluída, as obras da ponte sobre o Rio Paraná, ligando Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco (Paraguai), estarão em condições de serem iniciadas ainda neste semestre.

O anúncio do início das obras poderá ser feito em Assunção, na retribuição que o presidente Jair Bolsonaro possivelmente fará à visita do presidente paraguaio Mario Abdo Benitez, que esteve em Brasília no dia 12 de março.

Foi a segunda reunião bilateral entre os dois presidentes. A primeira foi em Foz do Iguaçu, antes da solenidade de posse do diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, em 26 de fevereiro. A data do encontro não foi definida. Há oportunidades sugestivas ainda no mês de maio, quando Itaipu tem duas datas comemorativas: 35 anos de geração de energia, no dia 5, e 45 anos de criação, no dia 17.

Estruturante

A nova ponte será construída sobre o Rio Paraná, entre Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco, cidade paraguaia vizinha a Ciudad del Este, onde está localizada a Ponte da Amizade. É a fronteira mais movimentada do Brasil, com um intenso fluxo de veículos e pessoas, e que há tempos exigia a construção de uma nova ponte, para o tráfego pesado, deixando a Ponte da Amizade para o turismo e a travessia de vizinhança.

A obra da segunda ponte, segundo o general Silva e Luna, é considerada estruturante. “Ela vai fortalecer o processo de integração regional e melhorar a infraestrutura para o comércio e o turismo entre os dois países”, diz. A construção já havia sido contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) em 2014, mas o projeto não teve continuidade na época, por falta de recursos. A retomada acontece graças ao financiamento da Itaipu Binacional.

A construção tem custo previsto de R$ 456.138.389,24, considerando obras da estrutura, desapropriações e a construção de uma perimetral no lado brasileiro. Por meio de um convênio de delegação, todas as obras serão gerenciadas pelo governo do Paraná.

Com a nova ligação Foz-Presidente Franco, a Ponte Internacional da Amizade ficará exclusiva para veículos leves e ônibus de turismo. Essa ponte é hoje o principal corredor econômico entre o Brasil e o Paraguai. Foi ela que ajudou a transformar o município paraguaio na terceira maior zona franca do mundo.

Aguardada há muitos anos, a segunda ponte entre os dois países será mais um estímulo ao desenvolvimento regional, pois vai gerar empregos, fortalecerá a integração, facilitará a logística de cargas e aliviará o trânsito no Centro de Foz do Iguaçu e na Ponte da Amizade.

Foto: Alexandre Marchetti / Itaipu Binacional 





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br