Prefeitura mente ao informar fila de espera por exames de ultrassom obstétrico | Tribuna Popular

Prefeitura mente ao informar fila de espera por exames de ultrassom obstétrico

Data: 04/07/2019 - 18:07 | Categoria: Saúde |   Bookmark and Share

Secretaria de Saúde informa que cerca de 900 gestantes aguardam pelo procedimento; demanda real ultrapassa dois mil pedidos

O acesso aos dados sobre a situação de consultas e exames oferecidos pela Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu possibilitou desmascarar a manipulação realizada pela Prefeitura para maquiar a realidade do serviço.

Com 2.742 pedidos de exames registrados no sistema RP Saúde até a última sexta-feira (28), a pasta coordenada pelo vice-prefeito Nilton Bobato informou no mesmo dia que "cerca de 900 gestantes estão com pedidos médicos para realização do procedimento".

A informação foi publicada no site da Prefeitura para divulgar um mutirão realizado no último fim de semana no bairro Jardim Polo Centro. De acordo com a notícia compartilhada por diversos veículos de comunicação da cidade, mais de 100 gestantes seriam atendidas sábado e domingo por meio de credenciamento com a clínica Itamax. A prefeitura informou que a ação atenderia 102 gestantes.

Ainda de acordo com a assessoria, a gestante mais antiga na fila teria entrado com a solicitação do médico no mês de março, há três meses. "A grande maioria é referente a pedidos mais recentes", garantiu a Prefeitura por meio de sua assessoria.

Entretanto, o sistema RP Saúde informa que dos 2.742 pedidos de exames registrados, 1.418 estão pendentes a espera de confirmação, 975 estão agendados e 248 foram marcados nos últimos 30 dias. A media de atendimentos é de 283 exames por mês e a previsão de agendamento é de 202 dias.

Ainda de acordo com a assessoria da Prefeitura, a Secretaria está agenda a marcação conforme a prioridade e a urgência. Mulheres com gravidez de risco ou com maior tempo gestacional serão as primeiras a passarem pelo procedimento.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-262-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br