Politicagem do prefeito e de seu vice causa perda do Castramóvel | Tribuna Popular

Politicagem do prefeito e de seu vice causa perda do Castramóvel

Data: 11/07/2018 - 12:07 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

ONG foi atrás de emenda parlamentar, mas o Município não cumpriu prazos para a liberação

A ONG Vida Animal soube de uma verba para Foz do Iguaçu, oferecida por meio do deputado federal Osmar Bertoldi, para um Castramóvel equipado.

O projeto foi destinado a aproximadamente 80 municípios do Paraná. Em Foz, o serviço faria castração itinerante para atender as famílias que não tem como transportar ou arcar com os custos para a cirurgia. Caberia à prefeitura apenas entrar com o veterinário, o que já tem, um carro para reboque, o que também possui, e material, o que seria o mínimo para um programa dessa importância.

"Estávamos para ir atrás da Itaipu ou de empresas para fornecer o material. Também temos veterinários dispostos a fazer gratuitamente castração de gatos machos como contribuição ao projeto", disse Lory, uma das protetoras ligada à ONG. Segundo ela, a prefeitura rejeitou o programa Castramóvel.

"A posição da prefeitura é não aceitar porque iria ficar muito caro", declarou. O problema, entretanto, seria de ordem política visto que o deputado Bertoldi não pertence ao grupo político do prefeito.

Programa funciona perfeitamente em outros municípios do Paraná

Enquanto Foz do Iguaçu fica parada ou perde verbas por omissão e falta de projetos, outras cidades do Paraná se beneficiam com programas como do Castramóvel. Aproximadamente 80 municípios estão recebendo o serviço. Curitiba, por exemplo, já em 2016 usou recursos próprios para adquirir o equipamento, o mesmo que Foz do Iguaçu rejeitou, de graça. Na capital, o Fundo Municipal do Meio Ambiente bancou os R$ 256 mil, recurso proveniente de multas por maus tratos a animais, canis clandestinos ou comércio ilegal, entre outras infrações.

O Castramóvel tem capacidade para atender até seis animais (cães e gatos) por hora, cerca de 40 ao dia. A partir de outro veículo semelhante, o modelo a ser utilizado foi desenvolvido em parceria com o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná, de acordo com o padrão nacional de esterilização. O gerador próprio permite que o veículo se desloque e realize as cirurgias em qualquer lugar. Internamente, há três salas: de triagem - onde é feita a pesagem, a tricotomia (corte da pelagem); a anaminese (histórico) do animal e a analgesia; a sala cirúrgica e de pós-operatório

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-237-pdf.pdf   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br