Passados cinco anos, praças do centenário de Foz continuam inacabadas | Tribuna Popular

Passados cinco anos, praças do centenário de Foz continuam inacabadas

Data: 13/06/2019 - 00:06 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Projetos coordenados pela Secretaria de Planejamento de Chico Brasileiro comprovam a inoperância em concluir as obras conforme o esperado

O turista que passa pela Praça do Mitre, região central da cidade, e se depara com o chafariz instalado no local sem jorrar nenhuma gota dágua de sua fonte e tem ali o primeiro sinal de descaso da Prefeitura Municipal em administrar a internacionalmente conhecida "cidade das águas".

A cerca de um quilometro dali, na Praça da Paz, outro espaço projetado para contar com chafariz e espelho d'água reforça a falta de zelo da gestão do prefeito Chico Brasileiro com o patrimônio público da cidade. Juntamente com a Praça da Bíblia, no bairro Jardim São Paulo, os três pontos contemplam as conhecidas praças do centenário de Foz do Iguaçu.

Anunciadas pelo ex-prefeito Reni Pereira, ainda em 2014, período em que a cidade completou 100 anos, as obras retomadas por Chico Brasileiro continuam inacabadas. A responsabilidade do fracasso, além do prefeito, é do Secretario de Planejamento, Elsídio Cavalcante, indicado para retomar os projetos na gestão do atual prefeito.

"A verdade é que ninguém na cidade entendeu qual a razão destas praças terem sido concluídas dessa forma. Realizaram obras de revitalização, gastaram dinheiro público. Uma fortuna. Para entregarem isso à população?", questiona o empresário Antônio Verrone.

A previsão do projeto era de que cada praça tivesse características especiais. Na Praça da Paz, que fica próxima à sede da Prefeitura, estavam previstos chafariz, espelho d'água, bancos, nova iluminação, pista de skate e anfiteatro. Assim como na Praça do Mitre, o chafariz também não saiu do papel.

Sem manutenção, o espelho d'água da Praça da Paz acumula lixo e serve de ponto de proliferação de mosquitos, além de local para banho de pessoas em situação de rua que frequentam a área.

Já o projeto de revitalização da Praça da Bíblia, que passaria a ser uma das principais áreas urbanas de Foz, previa a criação de área verde, quiosques, pergolados, nova calçada e nova iluminação. Até o momento nenhum serviço de paisagismo foi instalado no local. "Parece mais um lugar para pouso de naves espaciais. Não tem sentido nenhum essa praça", criticou o empresário Sérvulo Dalluz Rocha.

CUSTOS

Orçada em R$ 1.041.381,43, a reforma da Praça do Mitre iniciou em 11 de março de 2016, mas ficou parada de junho de 2016 a março de 2017. A revitalização da Praça da Paz foi licitada por R$ 2.517.640 e iniciou em 25 de junho de 2016. Já o trabalho na Praça da Bíblia começou em 13 de junho deste ano. O valor inicial da licitação era de R$ 1.194.847,82.

"A pergunta que a gente faz é qual o cuidado que o gestor tem com o dinheiro do povo. Gastar o dinheiro que dizem terem gasto nessas obras para entregarem o que foi entregue é uma brincadeira com a cara da população", concluiu o empresário.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-261-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br