Parque Nacional do Iguaçu: Principais Contratos de Concessão expiram em 2020 | Tribuna Popular

Parque Nacional do Iguaçu: Principais Contratos de Concessão expiram em 2020

Data: 01/10/2019 - 00:10 | Categoria: Turismo |   Bookmark and Share

De 2013 a maio de 2016, a arrecadação do Parque Nacional do Iguaçu decorreu da execução concomitante de seis Contratos de Concessão

No período correspondente ao período de janeiro de 2013 a maio de 2016, a arrecadação do Parque Nacional do Iguaçu decorreu da execução concomitante de seis Contratos de Concessão, um Contrato de Arrendamento e de cobranças esporádicas de taxas de filmagens comerciais. Ressalte-se que os recursos financeiros decorrentes desses contratos são depositados na conta única do tesouro, mediante Guia de Recolhimento da União, vinculado à Unidade Gestora - UG ICMBio.

Nesse período, foram registrados 4.349.837 visitantes pagantes no Parque Nacional do Iguaçu, gerando um faturamento bruto de R$ 429.171.195,29 às empresas concessionárias do qual R$ 52.684.345,45 corresponderam à remuneração do ICMBio.

Além disso, nesse mesmo período, houve ainda a arrecadação referente ao Contrato de Arrendamento do Hotel das Cataratas, no valor de R$ 24.132.229,13, e à locação para filmagens, no valor de R$ 44.730,00, totalizando R$ 76.861.304,58 de arrecadação.

Considerando que a vigência dos principais Contratos de Concessão expira até novembro de 2020 e que vários dos investimentos realizados pelos atuais concessionários permanecerão utilizáveis após o final da vigência dos contratos, visualiza-se a oportunidade de realizar um Estudo de Viabilidade Econômica que permita rever os percentuais de remuneração do ICMBio, já que os investimentos pelas concessionárias tendem a ser menores, ou até mesmo que permita a alteração na formatação da remuneração ao ICMBio em alguns Contratos.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-267-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br