Paralisação dos analistas tributários pode comprometer fiscalização na fronteira | Tribuna Popular

Paralisação dos analistas tributários pode comprometer fiscalização na fronteira

Data: 25/10/2016 - 09:10 | Categoria: Regional |   Bookmark and Share

Analistas tributários da Receita Federal em Foz do Iguaçu decidiram no final da manhã de ontem, segunda-feira 24 de outubro de 2016 cruzar os braços e aderir à paralisação nacional da categoria.

A direção sindical se reuniu pela manhã com 20 analistas que aceitaram por unanimidade o indicativo de greve. No período de três dias,72 horas, toda a fiscalização pode ser prejudicada. Foram suspensas as análises de processos de cobrança, restituições e compensações, orientações aos contribuintes, inscrições de cadastros, regularizações de débitos e pendências, pedidos de parcelamento, revisões e declarações, emissão de certidão negativa e respostas a ofícios de outros órgãos. Unidades de fiscalização em portos, aeroportos e postos aduaneiros também ficaram comprometidas, as análises de inspeção alfandegária (vistoria de bagagens e veículos), conferência física, operações de repressão e vigilância e também despachos de importação e exportação também estão suspensos.

De acordo com o delegado sindical Luiz Antonio Pereira, a categoria já vinha se mobilizando desde o ano passado, sempre em alerta, caso houvesse necessidade de um indicativo de greve; a motivação veio após supostas interferências da administração da Receita Federal na tramitação de um projeto de lei. "A medida 5864/2016 tenta reestruturar, organizar, modernizar  e dar mais eficiência ao órgão. Umas das reivindicações exigidas é que a autonomia para auditar e investigar quem quiser, que já é exigida pelos próprios auditores fiscais, seja também estendidas aos analistas tributários. Eventualmente, somos acusados de que queremos nos tornar auditores-fiscais sem a capacitação ou concurso público, e isso é uma mentira" afirma o delegado sindical.

"Nós não queremos viver numa queda de braço de categorias, queremos melhores condições de trabalho e reconhecimento de nossa carreira", complementa Luis Antonio Pereira. (Com informações da Gazeta do Iguaçu / Foto: Roger Meirelles)

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br