O CCZ de Foz está tomado pelo matagal | Tribuna Popular

O CCZ de Foz está tomado pelo matagal

Data: 18/04/2018 - 14:04 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Centro de Controle de Zoonoses cobra do cidadão, mas a chefia não se mexe para arrumar a própria repartição

Imagens postadas nas redes sociais nos últimos dias são, no mínimo, intrigantes. Nelas, o Centro de Controle de Zoonoses da prefeitura de Foz do Iguaçu aparece totalmente tomado pelo matagal. A sede fica no Jardim Curitibanos, local próximo da KLP que, segundo levantamentos do próprio CCZ, ocupa o primeiro lugar na cidade em infestação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti.

O intrigante é que o CCZ cobra do cidadão para manter quintais e terrenos baldios limpos, mas a chefia do órgão não se mexe para arrumar a própria repartição. O último levantamento sobre a dengue indicou 1.441 casos notificados neste ano, sendo 66 confirmados dos quais três considerados gravíssimos. Dentre os casos confirmados são 25 em homens 45 em mulheres. A maior incidência é entre jovens de 15 a 29 anos.

A região da KLP (Jardins Karla, Laranjeiras e Petrópolis) é com maior índice de infestação no LIRAa - Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes Aegypti. A cidade está com 3,91% de infestação quando o ideal é abaixo de 1%. O risco é considerado alto na cidade. O segundo local com maior infestação do mosquito é a Vila Yolanda e terceiro o Jardim São Paulo.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-231-pdf.pdf   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br