Nova secretária assume com médica trabalhando sem contrato na saúde | Tribuna Popular

Nova secretária assume com médica trabalhando sem contrato na saúde

Data: 17/04/2018 - 03:04 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Katia Yumi Uchimura encontrou a terra arrasada no setor de saúde de Foz do Iguaçu

Os problemas da saúde pública de Foz do Iguaçu são tantos que a nova secretária Katia Yumi Uchimura não sabe por onde começar. O descontrole é total. Uchimura terá que colocar toda a sua experiência e contar com o esforço de toda a prefeitura e o apoio dos servidores sérios do setor para começar a colocar a casa em ordem, afinal ela encontrou a terra arrasada.

Logo nas primeiras visitas às unidades encontrou problemas graves de gestão deixados pela antecessora Inês Weizemann. Salvo exceções, as chefias e coordenações das unidades de saúde não fazem o controle como deveriam fazer, não tem quem fiscaliza o que ocorre na rotina do serviço, abordagem grosseira nas recepções e há muita desorientação aos usuários que batem cabeça de um lado a outro sem ter o problema efetivamente resolvido.

Na UPA o Tribuna Popular apurou que tem até médica trabalhando sem contrato. Então, como ela recebe pelos serviços? Caixa 2? A médica Gessica Baez tem o nome relacionado na escala, porém não há nenhuma forma de contratação oficializada com a Secretaria Municipal de Saúde. A denúncia chegou ao Conselho Municipal de Saúde que deverá se pronunciar sobre o assunto.

Reforço do Mais Médicos

Na semana passada, já na nova gestão da Secretaria de Saúde Foz do Iguaçu recebeu a visita do Secretário Nacional da Gestão, do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Rogério Luiz Abdalla. Ele discutiu com a equipe da saúde a possibilidade de disponibilizar novos profissionais inscritos no Programa Mais Médicos, do Governo Federal.

Katia Yumi Uchimura já havia adiantado que a Atenção Básica será uma de suas prioridades. "A lógica de funcionamento do sistema único de saúde se concentra na efetividade e na qualidade da Atenção Básica. Para que todo o sistema funcione, nós precisamos que a atenção básica esteja bem estruturada e atenda as necessidades da população. Com isso, nós conseguimos que os outros níveis do sistema também atendam dentro da sua capacidade", afirmou.

Saúde da Família

Atualmente são 27 profissionais distribuídos entre as equipes de Saúde da Família, em 28 Unidades Básicas de Saúde (UBS). São 9 médicos cubanos, 9 intercambistas e 9 brasileiros, inscritos no Conselho Regional de Medicina, podendo atender como médicos generalistas, ou clínico geral.

Programa federal

O Programa Mais Médicos (PMM) é parte de um amplo esforço do Governo Federal, com apoio de estados e municípios, para a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais, o programa prevê, ainda, mais investimentos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de novas vagas de graduação, e residência médica para qualificar a formação desses profissionais.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-231-pdf.pdf   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br