Localizado Grampo no gabinete da vereadora Inês Weizemann | Tribuna Popular

Localizado Grampo no gabinete da vereadora Inês Weizemann

Data: 08/02/2019 - 03:02 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Casa de Leis estaria grampeada? Quem seria beneficiado com as escutas, já que a vereadora faz parte do grupo de oposição ao atual prefeito

No inicio da tarde de ontem, quinta-feira 07 de fevereiro de 2019, por volta das 12h:30min, o Jornalista Marcos Silva, do Portal de Noticias Acontece na Fronteira esteve Câmara de Vereadores de Foz do Iguaçu para verificar uma denúncia de que teriam encontrado um escuta ilegal no gabinete da Vereadora Inês da Saúde, onde de pronto a vereadora não negou o fato, porém preferiu aguardar uma posição da presidência da casa de leis.

Horas mas tarde a Vereadora emitiu uma nota oficial que segue na integra:

"NOTA OFICIAL ASSESSORIA VEREADORA INÊS

SUSPEITA DE GRAMPO EM GABINETE DE VEREADORA DE FOZ DO IGUAÇU

Assessores da vereadora Inês Weizemann encontraram o que seria um suposto equipamento de escuta hoje cedo no Gabinete dela, na Câmara. Trata-se de um pequeno fio, com a ponta desencapada e uma espécie de fone na outra extremidade, que estava preso com fita crepe embaixo do tampo da mesa da vereadora. O equipamento foi retirado do local e a vereadora foi informada. Inês Weizemann achou melhor dividir a informação com os outros vereadores e com a presidência da casa e solicitou uma reunião com os mesmos. O encontro ocorreu após a sessão de hoje. O objetivo era não expor a casa e tentar resolver internamente a questão. Porém, logo após a reunião, uma foto do equipamento foi compartilhada nas redes sociais e a notícia se espalhou. Inês Weizemann deve registrar o corrido, ainda hoje Ela vai estar à disposição da imprensa, no Gabinete, amanhã, a partir das 9h. (Gabinete da vereadora Inês Weizemann)"

Já no período da tarde a Câmara Municipal emitiu uma nota oficial, que também segue na integra:

"NOTA DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Em referência ao divulgado pelo gabinete da vereadora Inês Weizemann, a Presidência da Câmara não recebeu  reclamação formal sobre o caso. Havendo interesse da vereadora em formalizar, será aberta sindicância interna. Também depende da vereadora registrar queixa na polícia e a Câmara se coloca inteiramente a disposição para colaborar nas investigações, inclusive cedendo imagens do circuito interno. Antes de tudo, a polícia judiciária também deverá periciar a peça supostamente encontrada no gabinete da vereadora para certificar se é mesmo equipamento de captação de áudio, conforme se suspeitou."

Durante o período da tarde de ontem (07), a vereadora deslocou até a Delegacia da Policia Civil, onde registrou queixa formal para que a policia judiciária investigue o fato.

Foto: Reprodução



Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br