“Judiciário passa mensagem de impunidade”, afirma representante dos policiais federais | Tribuna Popular

“Judiciário passa mensagem de impunidade”, afirma representante dos policiais federais

Data: 04/12/2019 - 10:12 | Categoria: Regional |   Bookmark and Share

O fim do ano está se aproximando, mas a Polícia Federal não vive um momento de confraternização. Nos bastidores, comenta-se a diminuição do número de operações em 2019 e também os ataques à operação Lava Jato, arquitetados pelos três Poderes da República, especialmente pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A avaliação é da presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Paraná (Sinpef/PR), Bibiana Orsi. “Foi um ano ruim para a Polícia Federal”, diz. Ela menciona, por parte do Congresso Nacional, a demora em discutir o pacote anticrime, enviado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao passo em que o projeto de lei que trata sobre abuso de autoridade tramitou rapidamente. Esse último, na opinião de cientistas, juristas e profissionais de segurança pública, dificulta o combate à corrupção e criminalizam a atuação policial.

Segundo Bibiana, as decisões tomadas pelo Supremo Tribunal Federal têm preocupado colegas. E não só aqueles ligados à força-tarefa da Lava Jato. “É um tema que atinge a população inteira, um assunto que faz os olhos do mundo, das organizações internacionais se voltarem para o País. E, nas tentativas escusas de paralisá-la, perpetuam também nas organizações policiais, modelos ineficientes de segurança pública. Onde um inquérito pode demorar anos para ser concluído, sem que haja resolução do caso. Porque isso interessa a esses poderes”, menciona.

A porta-voz dos policiais no estado menciona, no entanto, que os ataques não intimidam os profissionais. “Vamos continuar trabalhando em 2020. Seja na frente investigativa, no trabalho desenvolvido pelos colegas nas superintendências, delegacias e fronteiras; na representação dos interesses da carreira em Brasília, como temos feito com muito empenho; e na proposição de modelos mais eficientes. A população está do nosso lado”.

“No entanto, para funcionar, é necessário que o Judiciário atue de modo a compreender e atender os anseios da sociedade em relação à corrupção, à celeridade dos processos judiciais. É complexo e ao mesmo tempo fácil de entender porque o Brasil é um dos países com mais índices de corrupção no mundo. Somos um dos únicos em que o sistema jurídico possui quatro instâncias e dezenas de possibilidades de recurso. É uma mensagem de impunidade. Que funciona”, finaliza.

Fonte: Jornal Tribuna Popular





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br