Imagem do Street View vira prova em julgamento de pagamento de pensão | Tribuna Popular

Imagem do Street View vira prova em julgamento de pagamento de pensão

Data: 28/09/2017 - 16:09 | Categoria: Nacional |   Bookmark and Share

Já não é novidade para ninguém que o Google Street View nos trouxe muitas visões curiosas (para não dizer “bizarras”) ao longo de sua existência. Mas ver a ferramenta ser uma prova crucial em um julgamento? Bem, está aí algo inesperado.

O inusitado caso ocorreu no Brasil, após uma segurada do INSS entrar com um pedido de pensão para seu ex-marido falecido. Segundo a Gazeta do Povo, ambos haviam se separado ainda em 2001, mas a suposta viúva voltou a viver com ele em seus últimos anos de vida – o que, por sua vez, constituía uma união estável.

Como você já deve imaginar pelo que falamos acima, o caso foi levado aos tribunais. E foi aí que a Advocacia-Geral da União (AGU), encarregada da defesa do INSS, trouxe a prova: imagens captadas pelo Google Street View em junho de 2015 mostravam a suposta viúva varrendo a calçada da casa de seu irmão.

Analisando isso, o Juizado Especial Federal de Ribeirão Preto concluiu que a história trazida pela mulher não era consistente. Mesmo tendo duas testemunhas a seu favor, a tal foto do Street View, junto da presença constante da “viúva” na casa de seu irmão, deixaram claro para o juiz de que ela não vivia na casa de seu ex-marido, como dizia originalmente. Com isso, o pedido foi negado pelo INSS, e ganhamos mais uma história curiosa para o serviço da Google.

Fonte: Midiamax

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br