Fila da Saúde e demagogia do vice-prefeito Nilton Bobato | Tribuna Popular

Fila da Saúde e demagogia do vice-prefeito Nilton Bobato

Data: 13/08/2019 - 00:08 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Márcio Rosa expos ainda as consequências da falta de gestão de Chico Brasileiro ao relembrar o caos que a Saúde do Município atravessa

Diante do escândalo do pagamento de aluguel por um prédio nunca utilizado, Márcio Rosa expos ainda as consequências da falta de gestão de Chico Brasileiro ao relembrar o caos que a Saúde do Município atravessa. "Aí mais uma vez a gente abre o jornal e ficamos sabendo que a fila da Saúde do prefeito Chico Brasileiro está maior que a do ex-prefeito Reni Pereira. Que cidade é essa? O que nós estamos pensando desse governo e do nosso futuro?", questionou o vereador ao mencionar reportagem do jornal Tribuna Popular sobre a atual demora do atendimento de pacientes que necessitam da rede municipal de Saúde.

Conforme noticiado na edição passada do jornal Tribuna Popular, o número de pedidos por consultas e exames registrados pela Secretaria Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu em junho de 2019 é quase o dobro que o registrado em junho de 2014. A reportagem noticiou que, enquanto a gestão do ex-prefeito Reni Pereira acumulava no período 54.274 requerimentos, a administração do prefeito Chico Brasileiro contabilizou até mês passado 90.664 pedidos.

"Aí o cidadão vai para UPA de madrugada e tem dois médicos atendendo. Dependendo do horário, era pra ter cinco. Tá faltando cobertor. Falta material básico de limpeza. Pra gastar com aluguel irregular tem dinheiro, para investir na Saúde não tem. Não consigo entender isso", emendou Márcio Rosa.

DEMAGOGIA

O parlamentar aproveitou ainda para criticar a postura política do responsável pela pasta, o vice-prefeito Nilton Bobato. "Aí vemos os discursos. Teve o secretário de Saúde aqui, que é o vice-prefeito, o Bobato, e falou de apoio. Ele apoiou o então candidato Vermelho, que foi eleito e hoje é deputado federal. Fez dobrada, foi pra rua, pediu voto. O Bobato sendo do PCdoB à época, sempre fiel ao partido. Abriu mão dessa fidelidade em troca de compromissos. Eu não consigo entender. A pessoa se faz de socialismo e ama as benesses do capitalismo. O discurso é de conveniência", afirmou.

Na avaliação do vereador Márcio Rosa, o vice-prefeito Nilton Bobato age com demagogia. "Vamos acabar com essa história de direita e de esquerda, porque é o mesmo modus operandi. São interesses políticos em troca de cargos, de acordos e compromissos. Eu nunca vi político do PCdoB apoiar empreiteiro para ser candidato. Dessa vez, em Foz do Iguaçu, eu vi. Não consigo entender qual é o discurso. Vamos parar de demagogia e trabalhar de forma séria", finalizou.

Ministério Público pede informações sobre a fila oftalmológica

O jornal Tribuna Popular recebeu solicitação formal para que no prazo de 10 dias, encaminhe a 6ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu, copias das reportagens sobre a fila de espera de consultas médicas oftalmológicas.

Ficou muito feio para o prefeito Chico Brasileiro e seu vice Nilton Bobato quando da divulgação da matéria jornalística feita da lista de esperas para de consultas e exames médicos, pois até então o ex-prefeito Reni Pereira teria sido o pior gestor, mas tal matéria desmascarou a atual gestão, pois números não mentem.

Como fica aquela tão famosa frase dita na campanha eleitoral "Eu sei fazer eu vou fazer". No mês de junho 2014 a administração Reni Pereira acumulava 54.274 esperas para consultas e exames médicos, já na gestão Chico/Bobato o mês de junho de 2019 a fila era de 90.664 pedidos.

Com o título "Oftalmologista lidera busca por consultas na saúde pública de Foz" publicada na Edição 262, página 7, qual explana que a demanda registra mais de 9,8 mil pedidos de atendimento e que a população pode ter de esperar até 294 dias para agendar o serviço.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-264-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br