Em estado de abandono, a Vila Portes reclama e pede socorro | Tribuna Popular

Em estado de abandono, a Vila Portes reclama e pede socorro

Data: 11/10/2017 - 09:10 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Asfalto, segurança, sinalização, limpeza e melhorias no trânsito são principais reivindicações de comerciantes e moradores.

A Vila Portes, maior centro comercial da região, sofre com o mais absoluto estado de abandono. Moradores e comerciantes participaram na segunda-feira (9) de audiência pública na Câmara Municipal onde reclamaram e pediram socorro ao Poder Público. Segurança, asfalto, limpeza, sinalização e melhorias no trânsito são as principais reivindicações.

O vereador João Miranda, que propôs a audiência pública, apresentou em vídeo algumas demandas do bairro, dentre elas melhorias na sinalização, falta de estacionamento, problemas na pavimentação, fluxo intenso de trânsito. Marcio Tessaro, representante dos comerciantes e moradores, disse que os moradores reclamam principalmente de três questões: sinalização, fluxo de trânsito e segurança.

Problema grave

Irmã Terezinha Mezzalira, coordenadora da Casa do Migrante, apontou que "a segurança é um grande problema. A Casa do Migrante este ano foi arrombada quatro vezes". Disse ainda que o trânsito é complicado e todos os dias tem um acidente.

Laércio dos Santos, representante dos feirantes da Vila Portes, afirmou que está na região há 29 anos. "Sempre tivemos o sonho de ter uma Vila Portes melhor. A condição e o tratamento do local precisam ser melhorados. É necessário ter mais organização. É uma vergonha para qualquer cidadão iguaçuense a Vila Portes estar dessa maneira", opinou.

Ação conjunta

A Polícia Militar e a Guarda Municipal devem intensificar o trabalho na região, especialmente nos horários de maior incidência de acidente e crimes. O 2º Tenente Paulí, da Polícia Militar, ponderou, no entanto, que "segurança pública não depende somente de polícia, mas também de educação, saúde. São outras situações que influenciam na segurança".

O delegado Geraldo Evangelista, da Polícia Civil, disse que "na Vila Portes existem muitos problemas sociais. A nossa proposta da Polícia Civil é manter ações com as forças de segurança e focar no bairro da Vila Portes, onde há grande concentração de comerciantes e transeuntes".

Plano diretor

Salete Horst, representando a Secretaria de Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, afirmou que "a alteração do Plano Diretor vai permitir alternativas para Vila Portes e Jardim Jupira. "Já fizemos licitações exclusivas para micro e pequenas empresas, algumas parcerias também foram feitas por parte do Executivo e Sebrae para capacitação dos comerciantes", adiantou.

O representante do Executivo e Diretor Superintendente do Foztrans, Fernando Maraninchi, ressaltou que "já abriu licitação para investir nesse setor. É uma questão de mais 60 dias para termos as placas e tintas disponíveis para que possamos pintar as faixas. Outro detalhe é que os empresários vão precisar entender que as ruas precisam ser de mão única".

José Carlessi, representante da Secretaria do Meio Ambiente prometeu melhorias no sistema limpeza e coleta de lixo.

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br