Curada da Covid-19, Bibiana Orsi desabafa sobre sistema de saúde e corrupção | Tribuna Popular

Curada da Covid-19, Bibiana Orsi desabafa sobre sistema de saúde e corrupção

Data: 31/07/2020 - 16:07 | Categoria: Regional |   Bookmark and Share

Com a expansão da pandemia da Covid-19, sintomas como dificuldade para respirar, febre e cansaço são repetidos diariamente, dominando as redes sociais, a tevê e as rodas de conversas dos brasileiros. Mas a doença, causada pelo novo coronavírus, têm aspectos sociais que a diferenciam de outros pares, como a gripe e a dengue. Dois deles, em particular, abalam o emocional de quem recebe o diagnóstico positivo: o isolamento obrigatório e a negligência do sistema de saúde.

Diagnosticada no dia 8 de julho com Covid-19, a policial federal e pré-candidata à prefeitura, Bibiana Orsi, compartilhou como foram os dias convivendo com os sintomas da doença, o distanciamento da família e tratamento dispensado aos pacientes de Covid-19 nos hospitais públicos de Foz do Iguaçu.

"Assim como muitos profissionais da segurança e da saúde, também estava trabalhando na linha de frente, nem todo mundo pode ficar em casa. Na minha cabeça, eu imaginava que iria receber orientações médicas, apoio, algum tipo de suporte já que mais de 30 milhões de reais já foram investidos na nossa cidade só sob a rubrica do Covid, mas doce ilusão", desabafou a policial.

Ela também critica os protocolos da Secretaria de Saúde de Foz, que não consideraramm, em nenhum momento, a evolução da doença, os sintomas e sua saúde mental. Ao todo, Bibiana passou 14 dias isolada. "A única preocupação é verificar se você está trancado em casa. "Não teve aferição de temperatura, de oxigenação, de nada. Considerando que na maior parte do tempo não há leitos de UTI disponíveis, a sensação que se tem é de estar em uma solitária, em um isolamento da idade média para leprosos. A ideia não é tratar, é só segregar", diz.

A policial federal acredita que o tratamento precário é fruto da corrupção. "A Covid está enriquecendo prefeitos desonestos e por isso temo que não vai ser combatida de frente, pra valer, tão cedo. Muitos vão morrer ainda, não só pela doença, mas pela corrupção covarde dos que fazem da pandemia fonte de desvio de verbas e palanque eleitoral", ressalta.

Apoio de familiares e amigos

Para passar por tantos dias difíceis, Bibiana contou com o apoio com apoio de amigos e família. "Sem eles não conseguiria sequer ter esperanças. Um dia, estava na cama com meu filho, que cumpriu o isolamento comigo e, depois de rezarmos, ele olhou pra mim e disse 'Mamãe, não fica com medo, se você morrer de corona eu vou pro céu com você. Lá não tem doença, eu posso ir pra escola, a gente pode ir na praia e brincar com o vovô'", recorda. " Quase morri chorando, pela inocente coragem daqueles que não aprenderam a ter medo ou não conhecem a maldade dos homens", finalizou.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-279-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br