Chico e Bobato abrem mão de R$ 4 milhões em recursos da UPA Morumbi por falta de gestão | Tribuna Popular

Chico e Bobato abrem mão de R$ 4 milhões em recursos da UPA Morumbi por falta de gestão

Data: 21/05/2019 - 15:05 | Categoria: Saúde |   Bookmark and Share

Sem fixar regras contratuais e contrato de gestão, unidade recebe valor mensal R$ 200 mil abaixo do anunciado à época em que foi inaugurada

O Ministério da Saúde nunca repassou R$ 500 mil por mês para custeio e manutenção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Walter Cavalcanti Barbosa, popularmente conhecida como UPA Morumbi. Inaugurada em setembro de 2017 pelo prefeito Chico Brasileiro, a solenidade contou com a presença do então ministro da Saúde à época, Ricardo Barros.

Conforme amplamente divulgado pela imprensa local, a inauguração da UPA Morumbi foi marcada na oportunidade pelo anúncio por parte do ministro da Saúde de que a unidade seria contemplada com R$ 500 mil/mês para seu custeio. A informação seguiu sendo compartilhada por Chico Brasileiro e até hoje é reproduzida por autoridades públicas da cidade. Entre elas, a presidente da Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal, vereadora Rosane Bonho.

A reportagem entrou em contato com a parlamentar na última sexta-feira (17) para questiona-la sobre a situação do repasse do Governo Federal a UPA Morumbi. De acordo com assessoria de comunicação do Legislativo, a vereadora desconhece o real valor repassado pela União à unidade.

A informação correta está explicitada na Portaria nº 4.085 de dezembro de 2017. Nela consta que o incentivo destinado pelo Ministério da Saúde para UPA Morumbi foi fixado em R$ 3,6 milhões por ano, o que totaliza R$ 300 mil/ mês, e não R$ 500 mil/mês.

Somada a diferença desde a inauguração da unidade, a UPA deixou de receber ao menos R$ 4 milhões. A reportagem questionou a Secretaria de Saúde de Foz e não obteve resposta. A vereadora Inês Weizemann, secretária de Saúde à época da inauguração da UPA também não quis comentar o caso.

De acordo com informações do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, a UPA Morumbi até hoje não possui contrato de gestão e regras contratuais. O atual secretário de Saúde, Nilton Bobato, não explicou o motivo disso, tão pouco se posicionou sobre o valor inferior repassado à unidade.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-259-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br