Chico Brasileiro ignora o plano de governo registrado no TSE | Tribuna Popular

Chico Brasileiro ignora o plano de governo registrado no TSE

Data: 07/03/2018 - 22:03 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Eixos do plano de governo da Coligação Mudança Segura não estão sendo cumpridos

O Tribuna Popular pesquisou no sistema de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o plano de governo registrado pelo atual prefeito Chico Brasileiro, do PSD, quando se candidatou para governar o Município de Foz do Iguaçu.

Passado mais de 1/4 da gestão, a conclusão é de que praticamente nada foi cumprido. Brasileiro simplesmente ignorou o prometido e assinado na justiça eleitoral.

SAÚDE

1)- Solucionar os problemas estruturais do sistema municipal de saúde por meio da implantação de um novo modelo de gestão do Hospital Municipal pautado na legalidade, transparência e atendimento dos interesses dos iguaçuenses. (NÃO CUMPRIU)

2)- Ampliar o diálogo com as demais esferas de governo com o objetivo de aumentar os recursos para o SUS no município. Ampliar a cobertura da Estratégia Saúde da Família - ESF por meio do aumento do número de equipes multifuncionais especializadas. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

3)- Estabelecer parcerias e programas de cooperação entre os órgãos da administração municipal e instituições de ensino superior para agregar novos serviços, práticas de gestão, inovação e qualidade ao sistema de saúde municipal. (NÃO CUMPRIU)

4)- Reestruturar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, no Pronto Atendimento do Morumbi, na UPA João Samek e avaliar a necessidade de construir novas unidades de saúde. Reestruturar os serviços de apoio à saúde municipal agilizando o agendamento de consultas, a realização de exames e distribuição de medicamentos à população com o objetivo de reduzir as filas e ampliar a eficácia dos tratamentos. (NÃO CUMPRIU)

5)- Executar a política municipal de saúde ouvindo atentamente os conselhos municipais, as entidades representativas, os trabalhadores e especialistas do setor e a população. (NÃO CUMPRIU)

EDUCAÇÃO, CULTURA, ESPORTE, CIDADANIA,SEGURANÇA e JUVENTUDE

1)- Universalizar o atendimento na educação infantil (crianças até 05 anos) ampliando o número de vagas nos CMEI's existentes e avaliar a necessidade de novas unidades. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

2)- Reduzir a evasão escolar no ensino fundamental por meio de programas de apoio pedagógico, psicoterapêutico e social integrados. (NÃO CUMPRIU)

3)- Ampliar e melhorar a infraestrutura e os serviços de manutenção nos Centros de Convivência e reformar as unidades escolares que demandam melhorias em sua estrutura física. (NÃO CUMPRIU)

4)- Devolver ao município a qualidade na educação básica e articular um plano municipal de educação envolvendo em sua elaboração todas as partes interessadas, mas principalmente pais, alunos, entidades profissionais e representativas do setor. (NÃO CUMPRIU)

5)- Articular junto às entidades da sociedade civil o apoio à implantação e consolidação das instituições de ensino superior públicas no município e implantar políticas articuladas de educação profissional e técnica com o objetivo de reduzir drasticamente a evasão escolar no ensino médio e potencializar a qualificação profissional principalmente dos jovens em fase de inserção no mercado de trabalho. (NÃO CUMPRIU)

6)- Implantar ações e projetos que priorizem a promoção de saúde por meio da medicina preventiva e do incentivo à adoção de hábitos saudáveis. (NÃO CUMPRIU)

7)- Criar programas de incentivo às atividades esportivas com finalidades terapêuticas voltadas principalmente para crianças, jovens, idosos e pessoas com deficiência. Criar programas de incentivo ao esporte de alto rendimento e aos esportes amadores. (NÃO CUMPRIU)

8)- Promover o esporte e a cultura como instrumentos de expressão, recreação, integração social e formação cidadã. Articular os órgãos de segurança nas várias esferas de poder para promover a cooperação na execução das políticas públicas de segurança e defesa civil. Incentivar o desenvolvimento integral das associações de moradores com o objetivo de ampliar as alternativas de atividades sociais e de lazer dos cidadãos. (NÃO CUMPRIU)

9)- Ampliar e fortalecer a rede de proteção social existente em Foz do Iguaçu com o objetivo de eliminar a pobreza extrema e reduzir o número de famílias expostas à situação de vulnerabilidade social. (NÃO CUMPRIU)

Cidade espera por ações de governo Chico Brasileiro - Com um governo travado, a administração Chico Brasileiro empaca e não apresenta resultados

A avaliação do primeiro ano da administração do grupo político de Chico Brasileiro é de absoluta ineficiência. O governo travado não consegue implementar as ações urgentes para o desenvolvimento da cidade e melhoria na qualidade dos serviços públicos.

Segue o acompanhamento dos demais pontos do programa de governo registrado no TSE.

GESTÃO E TRANSPARÊNCIA

A administração pública deve ser pautada por princípios modernos de gestão, transparência, responsabilidade fiscal e eficiência administrativa.

1)- Criar mecanismos para ampliação do acesso dos cidadãos às informações fiscais e financeiras da Prefeitura Municipal e aos processos de compra e contratação de serviços do município conforme a Lei de Acesso à Informação. (NÃO CUMPRIU)

2)- Implantar na administração municipal práticas de gestão com o objetivo de racionalizar os recursos, eliminar desperdícios e ampliar a qualidade dos serviços prestados à população. (NÃO CUMPRIU)

3)- Utilizar recursos tecnológicos avançados na elaboração, execução e controle do orçamento municipal para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. (NÃO CUMPRIU)

4)- Modernizar as políticas de gestão de pessoas para privilegiar critérios objetivos em todos os níveis de carreira e sempre que possível utilizar servidores de carreira nas funções de gestão. (NÃO CUMPRIU)

5)- Implantar uma política de valorização dos servidores por meio da elaboração e consolidação de planos de carreira, após a efetiva discussão com as partes interessadas, principalmente sindicatos das categorias profissionais afetadas, conselhos municipais e especialistas. (NÃO CUMPRIU)

DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO

1)- Promover ações de articulação entre universidades e empresas que incentivem o empreendedorismo voltado para a vocação turística da cidade, mas também o empreendedorismo focado em atividades intensivas em conhecimento e de alto valor agregado como serviços educacionais, tecnológicos, financeiros e de saúde com o objetivo de aumentar o volume de micro e pequenas empresas no município e também o empreendedorismo social. (NÃO CUMPRIU)

2)- Melhorar o ambiente de negócios com o objetivo de reduzir o tempo de abertura de empresas para menos de 25 dias. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

3)- Reestruturar os pontos de contato entre o poder municipal e os empreendedores com o objetivo de facilitar o aumento no volume de negócios e a consequente geração de empregos. (NÃO CUMPRIU)

4)- Articular a cidade de Foz do Iguaçu para a implantação do novo porto seco e do projeto Beira Foz de paisagismo, urbanismo, lazer e gastronomia fornecendo apoio técnico, institucional e político à execução destas iniciativas. (NÃO CUMPRIU)

5)- Investir em tecnologia e capacitação dos servidores municipais para estabelecer uma relação mais colaborativa e de orientação entre os órgãos de fiscalização da administração municipal e os munícipes. (NÃO CUMPRIU)

6)- Viabilizar corredores turísticos com características e identidade visual própria por meio de incentivos fiscais e apoio técnico com o objetivo de facilitar o comércio e a circulação segura de turistas e munícipes. (NÃO CUMPRIU)

7)- Articular os agentes municipais para promover o turismo de eventos apoiando a atração de eventos de grande por te para o município. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

8)- Articular políticas fiscais e de gestão urbana com o objetivo de atrair indústrias de pequeno, médio e grande porte. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO

1)- Recuperar a malha viária do município e implantar o monitoramento inteligente da rede de semáforos para reduzir o tempo de deslocamento de veículos, ciclistas e pedestres. Incentivar o uso de meios alternativos de mobilidade. (NÃO CUMPRIU)

2)- Buscar formas para construir as obras de mobilidade urbana estruturais como viadutos, binários, trincheiras, vias perimetrais e duplicação de vias arteriais e rodovias. (NÃO CUMPRIU)

3)- Implantar um novo projeto de transporte coletivo atento à real necessidade de deslocamento de trabalhadores, estudantes e turistas com o objetivo de reduzir o tempo de espera, superlotação e melhorar a qualidade do serviço para o passageiro.(NÃO CUMPRIU)

4)- Adequar o zoneamento urbano do município à dinâmica social e econômica da cidade. Reestruturar a política de gerenciamento de resíduos sólidos com o objetivo de reduzir o volume de resíduos gerados e aproveitar adequadamente o potencial energético dos resíduos orgânicos. (CUMPRIU PARCIALMENTE)

5)- Elaborar projetos de incentivo à adoção de práticas de eficiência energética e utilização de fontes alternativas de energia. (NÃO CUMPRIU)

6)- Elaborar projetos de habitação e implantação de equipamentos públicos para captar junto às demais esferas de poder recursos para construção de casas populares, privilegiando novos métodos construtivos para aumentar o conforto e reduzir o custo. (NÃO CUMPRIU)

7)- Articular a cidade para promover a ampliação do aeroporto, da rodoviária e das respectivas infraestruturas adjacentes. (NÃO CUMPRIU)

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-227-pdf.pdf   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br