Cadastro Nacional de Estupradores vai facilitar investigação e prisão de autores | Tribuna Popular

Cadastro Nacional de Estupradores vai facilitar investigação e prisão de autores

Data: 14/09/2020 - 22:09 | Categoria: Segurança |   Bookmark and Share

O Projeto de Lei intitulado como "Cadastro Nacional de Estupradores", aprovado pelo Senado, e que segue para sanção do presidente Jair Bolsonado, deve ser um grande diferencial para a Polícia Civil durante a investigação de crimes desta natureza.

Bárbara Strapasson, responsável pela Delegacia da Mulher de Cascavel, explica que o projeto deve auxiliar na identificação dos suspeitos conforme base de dados de material genético. "Qual é a interferência disso em uma identificação. Quando acontece um crime de estupro, as vítimas têm dificuldade em procurar a delegacia num primeiro momento. Elas sentem vergonha, sentem culpa, o que claro não é culpa da vítima de forma alguma".

Procurar a delegacia logo após crimes sexuais, segundo a delegada Bárbara, auxilia na coleta do DNA do acusado. Com o projeto, essas amostras serão jogadas em sistema e confrontado com os demais dados já cadastrados, assim, se o suspeito já foi condenado por crime de estupro ou se existe um material genético igual de outras vítimas automaticamente serão identificados, dando um direcionamento a investigação e facilitando a prisão do acusado.

De acordo com a proposta, o cadastro deverá conter obrigatoriamente as seguintes informações sobre condenados por estupro: características físicas, impressões digitais, perfil genético, fotos e endereço residencial. Em caso de condenado em liberdade condicional, o cadastro deverá conter também os endereços residenciais dos últimos três anos e as profissões exercidas nesse período.

Segundo o relator, a proposta visa não apenas intimidar a atuação do estuprador, mas acelerar o processo de prisão e condenação dele. "Pode-se dizer, portanto, que a proposição em exame, a um só tempo, contribuirá para a redução do número de novos casos e para a punição mais ágil de estupradores contumazes".

Fonte: CATVE





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br