Budel, ex-presidente da Foztrans é multado pelo TCE-PR por registrar déficit de 19% em 2015 | Tribuna Popular

Budel, ex-presidente da Foztrans é multado pelo TCE-PR por registrar déficit de 19% em 2015

Data: 16/01/2018 - 11:01 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

TCE-PR julga irregulares as contas do instituto municipal relativo ao ano de 2015, pelo resultado orçamentário negativo, com ressalva pelo atraso no envio de dados ao SIM-AM. Cabe recuso da decisão.

 O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) julgou irregulares as contas do Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans) referentes ao exercício de 2015. O diretor do instituto naquele ano, Carlos Juliano Budel, foi multado em R$ 3.904,80, devido ao resultado orçamentário negativo.

Segundo o que foi apurado pela Coordenadoria de Fiscalização Municipal (Cofim) do TCE-PR, o resultado orçamentário/financeiro de fontes não vinculadas a programas, convênios, operações de créditos e regime próprio de previdência social (RPPS) atingiu o índice negativo de 18,97%, correspondente a R$ 1.943.457,98. Mesmo após o desconto do valor excedente do ano anterior, o resultado financeiro acumulado de 2015 continuou negativo, em 13,72%, correspondente a R$ 1.406.234,71.

Defesa        

Budel afirmou que o valor de R$ 1.255.357,28 foi gerado a partir de transferências de recursos orçamentários realizada pela administração direta, que possibilitaram o empenho de despesas contratuais do Foztrans. O diretor alegou, ainda, que a prefeitura assumiu o compromisso de repassar o recurso, o que não aconteceu. Na justificativa da defesa, o restante do valor deficitário poderia ser desconsiderado, por atingir apenas 1,73% negativo.

O relator do processo, conselheiro Artagão de Mattos Leão, não aceitou aquelas justificativas. Segundo ele, havia alternativas para o gestor amenizar o deficit. Porém, as medidas não foram tomadas.

Assim, os membros da Segunda Câmara do TCE-PR votaram, por maioria absoluta, pela irregularidade das contas, com aplicação de multa devido ao resultado deficitário. Os conselheiros ressalvaram o item em relação à entrega dos dados do encerramento do exercício de 2015 ao Sistema de Informações Municipais-Acompanhamento Mensal (SIM-AM) com 133 dias de atraso.

A multa imposta pelo TCE-PR ao gestor corresponde a 40 vezes o valor da Unidade Padrão Fiscal Paraná (UPF-PR). Em valores de janeiro, a sanção equivale a R$ 3.904,80. A penalidade está prevista no artigo 87, inciso IV da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Estadual Complementar nº 113/2005).

Os prazos para recurso passaram a contar em 8 de dezembro, primeiro dia útil após a publicação do Acórdão nº 4731/17 - Segunda Câmara, na edição nº 1.731 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC).

Serviço

Processo nº:  266030/16

Acórdão nº    4731/17 - Segunda Câmara

Assunto:        Prestação de Contas Anual

Entidade:       Foz Trans Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu

Interessados:            Carlos Juliano Budel e Larissa Bevervanco Mantovani

Relator:          Conselheiro Artagão de Mattos Leão

 

Fonte: Assessoria do Tribunal de Constas do Estado do Paraná

 

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br