Brasileiros são acusados de matar jovem a facadas e disparos de arma no Paraguai | Tribuna Popular

Brasileiros são acusados de matar jovem a facadas e disparos de arma no Paraguai

Data: 14/11/2017 - 02:11 | Categoria: Segurança |   Bookmark and Share

Um jovem foi morto após ser baleado e quase esquartejado com uma faca por dois brasileiros na Colônia Mbarete, de Ñacunday, no Paraguai (pouco mais de 75 Km de Foz do Iguaçu), sendo que depois do crime macabro os dois brasileiros fugiram do local.

Segundo informações da Policia Nacional do Paraguai, anteriormente ao crime, a vítima e autores teriam discutido sobre razões ainda desconhecidas. O fato aconteceu na madrugada de ontem, segunda-feira 13 de novembro de 2017, por volta das 01h:00, na Colônia Mbarete de Ñacunday.

A vítima fatal foi identificada como sendo Cliceu Wilbert Wilbert, de 22 anos de idade, agricultor, cujo corpo foi encontrados na estrada rural que leva a localidade conhecida como Sapolandia, da Colônia Mbarete.

Segundo relatório, a vítima apresentava múltiplas feridas, além de uma perfuração por arma de fogo na altura do pescoço, lado direito, produzido por um rifle calibre de 22mm. Segundo os relatórios da polícia, os responsáveis pelo crime seriam Clesio Arruda Cortez e Milton Lino da Pontes, ambos brasileiros, moradores daquela localidade que estão foragidos.

Os policiais foram alertados por uma testemunha que informou ter ouvido um tiro e ao verificar o que havia acontecido teria visualizado os dois brasileiros matando a vítima, realizando o ato macabro e fugindo do local logo em seguida. Nas imediações, a policia encontrou a pouco mais de 50 metros do local do crime um rifle de ar comprimido com um cartucho calibre 22 deflagrado, além de uma faca de aproximadamente 40 centimetros.

O médico forense do Ministério Público, Dr. Fernando Moreira diagnosticado como uma provável causa de morte "choque hipovolêmico produzido por uma faca e arma de fogo".

Foto: Vanguardia

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br