Aumenta escândalo das horas extras na saúde pública de Foz | Tribuna Popular

Aumenta escândalo das horas extras na saúde pública de Foz

Data: 11/09/2018 - 12:09 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Tribuna descobre casos de enfermeiros que ganham mais com horas extras

Aos poucos a população começa a entender porque a folha de pagamento da prefeitura está sempre no limite. Apesar de a arrecadação do Município ser recorde de todos os tempos, nunca tem recursos para investir em serviços fundamentais como aumentar médicos, remédios, exames e buscar zerar a fila de consultas com especialistas ou cirurgias eletivas.

Na semana passada o Tribuna Popular levantou o caso e denunciou a servidora que dizendo ser protegida da alta cúpula da prefeitura vem obtendo regalias e ganhando valores incompatíveis com a profissão e com a carga de trabalho. A mamata foi descoberta mediante denúncia ao Tribuna Popular.

Conforme a denúncia, a funcionária não estaria cumprindo as horas que vem recebendo na folha de pagamento. Após a publicação saíram outros casos envolvendo enfermeiros da UPA, alguns ganhando até o triplo do salário só com horas extras. Ao todo, o Tribuna Popular levantou mais de dez situações.

Um dos casos é da Tatiana Almeida Braga com vencimentos normais e R$ 8.472,74, mas com as horas extras o salário chega a ao valor bruto de R$ 17.964,00; Daniele de Almeida Pacheco tem salário de R$ 4.115,16 mas recebe valor de R$ 13.276,74 (bruto); Elza Pereira Candido com vencimentos normais de R$ 3.995,25 ficou com valor bruto no mês em R$ 12.738,11; Fabricio Leonardo Dzioba em valores normais de vencimentos percebe R$ 4.365,82 mas alcançou R$ 12.083,24 no mês.

Continua a farra dos supersalários na unidade de Pronto Atendimento

A farra das horas extras e supersalários continua na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) João Samek. Na denúncia recebida pelo Tribuna e confirmada com os dados apurados no Portal da Transparência, foram selecionados os seis maiores salários de enfermeiros lotados na unidade.

Os casos se caracterizam como flagrante falta de gestão e descontrole no serviço público ou por pura politicagem. Eles ganham quase o triplo do salário normal. Os assuntos desta natureza, levantados na edição anterior e na semana passada, serão apresentados ao Ministério Público para devidas providências como abertura de investigação sobre a legalidade e controle desses pagamentos. O jornal também vai acompanhar o desenrolar dos fatos.

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-244-pdf.pdf   

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br