Assaltantes da Prosegur são identificados mediante papel higiênico usado | Tribuna Popular

Assaltantes da Prosegur são identificados mediante papel higiênico usado

Data: 17/03/2018 - 19:03 | Categoria: Segurança |   Bookmark and Share

A Policia Federal do Brasil logrou êxito em identificar 7 (sete) membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) que teriam explodido e roubado a empresa Prosegur em Ciudad Del Este, no Paraguai.

Logo após o assalto, peritos lotados na Delegacia da Policia Federal de Foz do Iguaçu foram enviados para o Paraguai onde colheram materiais, inclusive para testes de compatibilidade de DNA e através de um barbeador, uma garrafa de cerveja, bitucas de cigarros, uma taça e papel higiênico usado, onde lograram êxito de identificar sete dos envolvidos.

Após as coletas dos materiais, os peritos criminais da Policia Federal do Brasil encaminharam as amostras para o INC (Instituto Nacional de Criminalística) na cidade de Brasília/DF, onde os equipamentos especializados em genética forense analisaram o material.

O mega assalto ocorreu no mês de abril de 2017 e foi considerado o maior roubo da história do Paraguai, onde três brasileiros acabaram mortos em confronto com a policial e parte do dinheiro recuperado. As investigações foram realizadas em conjunto com a policia brasileira.

As informações dos nomes dos envolvidos ainda não foi divulgado para não atrapalhar as investigações, porem foi confirmado a identificação de sete envolvidos que tem fortes ligações com a organização criminosa denominada PCC.

Fonte e Foto: Vanguardia

Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br