Acaba a era dos vereadores não eleitos na Câmara Municipal de Foz | Tribuna Popular

Acaba a era dos vereadores não eleitos na Câmara Municipal de Foz

Data: 13/08/2019 - 12:08 | Categoria: Política |   Bookmark and Share

Após a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná que anulou o processo de cassação dos cinco vereadores cassados em julho de 2017

Após a decisão do Tribunal de Justiça do Paraná que anulou o processo de cassação dos cinco vereadores cassados em julho de 2017, chegou ao fim a era dos suplentes na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu. O período foi marcado por polêmicas.

Em maio deste ano, o MPPR pediu, por meio de um embargo de declaração, a cassação do mandato da vereadora Rosane Bonho, suplente de Luis Queiroga. O pedido aconteceu após a vereadora ser condenada em primeira instância pelo crime de falsidade ideológica por supostamente ter contratado o sogro como assessor em 2017.

No lugar de Rudinei de Moura assumiu Dr. Brito, que acabou renunciando ao cargo depois de ser preso na Operação Renitência - outro braço da Operação Pecúlio. O suplente de Brito seria Marino Garcia, mas à época estava com restrição judicial.  O cargo foi ocupado pelo comerciante João Sabino até 5 de julho, após Marino Garcia derrubar seu impedimento legal perante a Justiça.

Adenildo Rodrigues, Kako, voltou a ser suplente de Anice Gazzoui. Marcelinho Moura, 2º suplente de Darci DRM; e Anderson de Andrade, suplente de Edílio Dall´Agnol (PSC).

Fonte:

http://www.jtribunapopular.com.br/uploads/publicacoes/jornal-tribuna-popular-edicao-264-pdf.pdf   





Atenção

A reprodução das fotos do Portal de Notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida por lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br